sexta-feira, 8 de julho de 2011

Buclina 25 Mg 20 Cprs - Buclina

Use os links abaixo para mais informações do medicamento

Buclina 25 Mg 20 Cprs
Ofertas do produto: www.maispreco.com/buclina-25-mg-20-cprs/1420/remedios.do
Outras apresentações: www.maispreco.com/remedios/buclina.do
Laboratório: www.maispreco.com/sanofi-aventis/1420/laboratorio.do



Informações
Buclina encerra em sua fórmula o cloridrato de buclizina, um derivado piperazínico com ações orexígena, anti-histamínica e antiemética. A buclizina possui acentuado efeito orexígeno, à semelhança de alguns outros anti-histamínicos. O mecanismo dessa ação estimulante do apetite não está ainda bem determinado, mas parece ser devido a um efeito hipoglicemiante e conseqüente estimulação do centro do apetite, no hipotálamo. Sua leve ação sedativa contribuiria também para reforçar o efeito orexígeno. A buclizina possui ainda um discreto efeito antimuscarínico central.

Indicações
Buclina é indicado como estimulante do apetite.

Contra Indicações
Na posologia recomendada, não existem contra-indicações específicas. Tendo em vista a inexistência de dados referentes ao efeito sobre a gestação, o uso de Buclina é desaconselhado em mulheres grávidas e lactantes.

Advertências
Em pacientes especialmente sensíveis, o leve efeito sedativo do cloridrato de buclizina pode potencializar a ação de substâncias depressoras do sistema nervoso central, inclusive bebidas alcoólicas. Nessa eventualidade, o paciente deve evitar dirigir veículos e operar máquinas perigosas.

Uso Na Gravidez
O uso de Buclina durante a gravidez e lactação está contra-indicado. Informe imediatamente ao médico se houver suspeita de gravidez durante ou após o uso da medicação. Informe ao médico se estiver amamentando.

Interações Medicamentosas
• Possibilidade de potencialização dos depressores do sistema nervoso central (hipnóticos, anestésicos, álcool etc.) • Possibilidade de mascarar testes diagnósticos cutâneos com extratos alergênicos. • Levar em conta os riscos de adição do efeito atropínico, em caso de associação com outras substâncias anticolinérgicas (anti-histamínicos, neurolépticos, antiparkinsonianos, anticolinérgicos, antiespasmódicos, atropínicos, disopiramida, antidepressivos tricíclicos).

Reações Adversas
Às vezes pode ocorrer sonolência diurna, geralmente no início do tratamento.

Posologia
Via oral Adultos: 1 comprimido meia hora antes do almoço e 1 comprimido meia hora antes do jantar. Crianças de 6 a 12 anos: Meio comprimido meia hora antes do almoço e meio comprimido meia hora antes do jantar.

Superdosagem
Não foram descritos casos de intoxicação com cloridrato de buclizina até o presente. A superdosagem acidental ou voluntária pode teoricamente provocar sinais e sintomas de intoxicação atropínica, cuja gravidade depende da dose e das condições do paciente. A conduta terapêutica na intoxicação por anticolinérgicos inclui emese provocada, lavagem gástrica com solução a 4% de ácido tânico, administração de carvão ativado, e eventual uso de fisostigmina (ou neostigmina), benzodiazepinas, noradrenalina, respiração assistida e hidratação, na dependência dos sintomas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário